Saiba escolher o piso ideal para sua casa !!!

Escolher o piso ideal para cada ambiente da sua casa pode torná-la mais aconchegante, facilitar a rotina de limpeza e valorizar a decoração pensada com tanto carinho.
E são nos detalhes que toda a decoração tem seu diferencial.




Existem uma infinidade de revestimentos no mercado. Mas hoje vamos falar sobre os mais populares e que mais trazem dúvidas na hora de escolher.


> Porcelanatos


O porcelanato corresponde a menos de 10% do mercado nacional, mas entre as vantagens de seu uso está a durabilidade e a coloração uniforme, além de ser um produto impermeável, que pode ser utilizado em ambientes residenciais ou comerciais, áreas internas ou externas.
Assim como a cerâmica, o porcelanato possui grande variedade de acabamentos que possibilitam seu uso em áreas molhadas e secas. No entanto, ele possui qualidade e resistência superiores, fatores que elevam seu custo.



Existem 3 tipos:





Acetinado: tem a cobertura fosca e mais áspera; sendo menos escorregadio que os demais. É extremamente fácil de limpar e é ideal para áreas úmidas como banheiros e externas;













Polido: esse é o tipo mais sofisticado e, consequentemente, o mais procurado. Possui um brilho intenso e a superfície completamente lisa. Pode ser utilizado em salas, quartos, escritórios e banheiros (só não é recomendado para a área do box, já que ele é mais escorregadio que os demais);





Esmaltado: esse revestimento é coberto por uma camada de esmalte e pode ter a superfície lisa, brilhante ou fosca. Para saber em quais ambientes ele pode ser instalado, é preciso consultar o número do PEI; esse número classifica a resistência da superfície de cada piso, ou seja, quanto maior for o PEI, maior é a resistência do esmalte do porcelanato.


Madeirado: imita perfeitamente a madeira, até mesmo no formato, e há uma grande variedade de cores, disponíveis para todos os gostos (do mais claro até o mais escuro). Além disso, você pode investir no porcelanato madeirado em ambientes de área molhada, como o banheiro e a área externa. É bem prático!



> Vinílicos


Os pisos vinílicos vem ganhando destaque na decoração, tanto em ambientes residenciais quanto corporativos. Eles são versáteis, possuem textura, muitas opções de cores e trazem conforto térmico e acústico ao ambiente. O piso vinílico é o ideal para quem preza pelo conforto acima de tudo.
Vantagens: Ajuda no conforto térmico e acústico (ideal para apartamentos). Em geral, tem bom custo beneficio. Tem aplicação fácil, rápida e com pouca sujeira.
Desvantagens: Risca com mais facilidade, já que não é resistente a um impacto mais forte. Pode marcar com saltos e objetos pontiagudos. Não deve ser utilizado em áreas úmidas.


em manta: É comercializado em rolos e sua aplicação fica mais uniforme, pois as juntas são seladas na instalação. Os pisos vinílicos em manta criam ambientes dinâmicos, interativos, confortáveis e criativos e podem ser aplicados em diversos ambientes.





em placas: É um piso ideal para ser instalado em pisos elevados, que necessita de placas autoportantes, e de maior espessura.
O piso vinílico em placa é muito utilizado quando a ideia é um visual mais moderno e colorido. Também é um piso que imita tonalidades de pedras, se equivalendo a modelos de porcelanato e cerâmica.




em régua: O piso vinílico em régua é o formato mais comum. Ele tem padrão amadeirado, pois busca reproduzir a estética das longas tábuas retangulares de madeira natural.
A régua é mais resistente a choques e furos, e possui texturas. Pode ser encontrado em réguas coladas (tradicionais) e réguas “click” ou “clicado” (sistema de encaixe entre as peças, sem necessidade de cola).
O piso clicado também possui a vantagem da instalação rápida sem ser necessário o uso do adesivo, e é versátil pois pode ser reutilizado em outro local.


> Laminado


Bom custo-benefício: custa menos do que os pisos de madeira (assoalhos e tacos). Além disso, a instalação também é mais barata do que fazer uma obra de reforma. Instalação rápida e fácil: pode ser instalado sem necessidade de remover o piso atual, ou seja, sem quebra-quebra, com pouca sujeira e sem entulho.
Não suporta água: mas isso não significa que se cair um copo de água ou caminhar com os pés molhados vai estragar o piso. O revestimento não pode ser lavado, ser molhado constantemente ou ficar molhado por um longo período.



> Madeira


O piso de madeira maciça está mais sujeito as intempéries, dilatando no calor e contraindo no frio. Já o piso de madeira engenheirado é mais consistente devido a sua estrutura, o que garante maior durabilidade”.
Proporciona conforto térmico. Para quem mora em regiões frias ou quentes demais esse tipo de piso é ideal. Muitas pessoas pedem aos vendedores um piso que não seja frio e que estabilize a temperatura do ambiente.
Diferente de outros revestimentos como porcelanato, laminado e vinilico, o piso de madeira é um produto natural: cada peça tem cores, tonalidades e veios únicos. Como existe uma grande diversidade de madeiras na natureza, há tipos que terão mais variações de tons e outros que vão ser mais uniformes, mas sempre haverá uma diferença entre as peças. E é justamente isso que dá o aspecto natural e aconchegante para o seu projeto. Um piso nunca será igual a outro!


Esses tipos de piso são muito versáteis e combinam com projetos rústicos, modernos, clássicos, românticos, coloridos, minimalistas e tantas outras opções que o designer de interiores possa imaginar.
Além de ter uma durabilidade excelente, por ser um piso mais alto, permite a restauração por diversas vezes, pois apresenta espessura suficiente para ser lixado.
Existem vários tipos de madeiras que são utilizadas na fabricação de pisos maciços, como Carvalho, Ipê, Sucupira, Jatobá, Peroba, Cumaru, Marfim, Tauari e várias outras espécies.
No Brasil, é mais comum encontrar pisos de madeira maciça em tons escuros.


 

Qual você mais gostou? Conta para a gente aqui embaixo e curti para receber mais conteúdos como este !!!


 


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo